Tópicos de projetos relacionados a Forex

Tópicos de projetos relacionados a Forex

Wikipedia do mercado Forex
Significado de castiçais japoneses
Sistema de negociação baseado em tela automatizada


Vídeos de aprendizado de negociação Forex Vagas de Forex em dubai Estrategia nacional de biodiversidade e plano de acao Filipinas Sistema de negociação de swing diário Regulamento de opções de Fx Seminários de opções binárias Empresas de MLM Forex 2017 Sistema de Forex 3w

Tópicos de projetos relacionados a Forex Criado em: sexta-feira, 20 de abril de 2012 05:04:49 AM. Última edição ou resposta em: segunda-feira 02 de julho de 2012 07:00:11 AM. Criado em: quinta-feira 22 de abril de 2010 12:44:21 AM. Última edição ou resposta em: quinta-feira 13 de junho de 2013 11:57:43 PM. Criado em: sexta-feira, 20 de abril de 2012 05:04:49 AM. Última edição ou resposta em: segunda-feira 02 de julho de 2012 07:00:11 AM. Criado em: terça-feira 18 de setembro de 2012 02:47:48 AM. Última edição ou resposta em: terça 18 de setembro 2012 02:47:48 AM. Criado em: sexta 07 setembro, 2012 02:54:52 AM. Última edição ou respondida em: sexta 07 setembro, 2012 02:54:52 AM. Criado em: terça-feira 05 de julho de 2011 11:36:29 AM. Última edição ou resposta em: terça 05 de julho de 2011 11:36:29 AM. Criado em: quinta 03rd de março de 2011 12:58:42 PM. Última edição ou resposta em: quinta 03 de março de 2011 12:58:42 PM. Criado em: terça-feira 29 de junho de 2010 06:08:48 AM. Última edição ou resposta em: terça 29 de junho de 2010 07:03:55 AM. Criado em: sexta-feira 15 de junho de 2012 03:54:20. Última edição ou resposta em: segunda-feira 26 de agosto de 2013 01:02:55 AM. Criado em: terça-feira 22 de janeiro de 2013 06:35:19. Última edição ou resposta em: terça 22 de janeiro de 2013 06:35:19 PM. Criado em: sábado 17 de julho de 2010 10:21:43 AM. Última edição ou resposta em: terça 10 de julho 2012 02:07:10 AM. Criado em: Segunda 18 de Julho de 2011 06:20:33 AM. Última edição ou resposta em: terça 06 de março 2012 01:12:16 AM.

Tópicos de projetos relacionados a Forex Criado em: sexta-feira, 20 de abril de 2012 05:04:49 AM. Última edição ou resposta em: segunda-feira 02 de julho de 2012 07:00:11 AM. Criado em: quinta-feira 22 de abril de 2010 12:44:21 AM. Última edição ou resposta em: quinta-feira 13 de junho de 2013 11:57:43 PM. Criado em: sexta-feira, 20 de abril de 2012 05:04:49 AM. Última edição ou resposta em: segunda-feira 02 de julho de 2012 07:00:11 AM. Criado em: terça-feira 18 de setembro de 2012 02:47:48 AM. Última edição ou resposta em: terça 18 de setembro 2012 02:47:48 AM. Criado em: segunda 10 dezembro 2012 04:36:12. Última edição ou resposta em: segunda-feira 10 de dezembro de 2012 04:36:12. Criado em: quarta-feira 13 de junho de 2012 06:02:24 AM. Última edição ou resposta em: sábado 30 de junho de 2012 06:16:42 AM. Criado em: segunda-feira 18 de abril de 2011 12:08:05 AM. Última edição ou resposta em: segunda 09 de setembro 2013 12:20:42 AM. Criado em: quinta-feira 09 de fevereiro de 2012 04:58:19 AM. Última edição ou resposta em: quinta 09 de fevereiro 2012 04:58:19 AM. Criado em: sábado 22 de setembro de 2012 01:40:37 AM. Última edição ou respondida em: sábado 22 de setembro de 2012 01:40:37 AM. Criado em: segunda 19 novembro, 2012 03:18:27 AM. Última edição ou resposta em: segunda 19 de novembro de 2012 03:18:27 AM. Criado em: quinta-feira 21 de julho de 2011 12:32:16 AM. Última edição ou resposta em: quinta-feira 21 de julho de 2011 12:32:16 AM. Criado em: terça-feira 19 de outubro de 2010 12:14:43 AM. Última edição ou resposta em: terça-feira, 19 de outubro de 2010 12:14:43 AM.

Tópicos de projetos relacionados a Forex 1. UM ESTUDO DE CLIENTES E EMPREGADOS BANCÁRIOS EM 4 BANCO LOCAL DA MALÁSIA. 2. UM ESTUDO SOBRE “SE A FISCALIDADE É UMA FERRAMENTA DE VENDA PARA O SEGURO DE VIDA” COM REFERÊNCIA À ICICI PRUDENCIAL LIMITED. 3. UM ESTUDO SOBRE A PERCEPÇÃO DOS CLIENTES PARA O FUNDO MUTUAL UTI. 4. UM ESTUDO SOBRE A EFICÁCIA DO PROGRAMA DE TREINAMENTO. 5. UM ESTUDO SOBRE COMO A CBD SERÁ UM CANAL POTENCIAL NA PONTE DA BARREIRA GEOGRÁFICA DA VENDA DE SEGUROS PARA O ICICI PRUDENCIAL. 6. UM ESTUDO SOBRE A IDENTIFICAÇÃO DA CONSCIENTIZAÇÃO DOS EXECUTIVOS CORPORATIVOS EM BUSCAR ESTUDOS SUPERIORES DAS ESCOLAS TOP B. 7. UM ESTUDO SOBRE A PERCEPÇÃO E A EXPECTATIVA DOS TRADUTORES EM RELAÇÃO AOS PRODUTOS DA ANCHOR. 8. UM ESTUDO PARA IDENTIFICAR O NÍVEL DE PENETRAÇÃO DE VAREJO DAS CARTAS PRÉ-PAGAS DO AIRTEL. 9. ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE PREÇOS PATRIMONIAIS. 10. análise da eq. comportamento do preço da ação. 11. análise de segmants de mercado. 12. ANÁLISE DA ATITUDE, PREFERÊNCIA E NÍVEL DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES PARA O INVESTIMENTO NA EMPRESA DE SEGUROS DE VIDA PRUDENCIAL DA ICICI LIMITADA. 13. ANÁLISE DO MERCADO DE FOREX. 14. ANÁLISE DO PADRÃO DE FINANCIAMENTO COMERCIAL. 15. ANÁLISE DE VÁRIOS AVENIDOS DE INVESTIMENTO COM REFERÊNCIA ESPECIAL AOS FUNDOS MUTUAIS. 16. ANÁLISE PARA IDENTIFICAR PORQUE O USO DE DST PELOS CLIENTES DA AIRTEL EM KERALA É MENOR QUE A MÉDIA NACIONAL. 17. ESTUDO ANALÍTICO DO CARTÃO DE CRÉDITO PREMIUM. 18. CONSCIENTIZAÇÃO E NÍVEL DE ACEITAÇÃO DO HPP ENTRE OS EMPREGADOS DOMÉSTICOS. 19. NÍVEL DE CONSCIENTIZAÇÃO DA TATA INDICOM COM REFERÊNCIA ESPECIAL À TATA INDICOM WALKY. 20. Conscientização dos executivos corporativos na busca de estudos superiores. 21. conscientização de serviços especializados em MEDICAL CARE CENTER. 22. ESTRUTURA DE CAPITAL DA BHEL. 23. comp estudo de produto tradicional com produtos ULIP. 24. ANÁLISE COMPARATIVA DOS PRODUTOS ULIP PRUDENCIAIS DA ICICI COM GRANDES CONCORRENTES, COM ESPECIAL REFERÊNCIA AO REGIME DE TEMPO DE VIDA. 25. CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS. 26. percepção do consumidor de carros hyundai. 28. CRM PARA CONSULTORIA DE RECRUTAMENTO. 29. EXPECTATIVAS, EXPERIÊNCIA E NÍVEL DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EM RELAÇÃO A SERVIÇOS OFERECIDOS EM TROCA DE DUAS RODAS MELA´S. 30. FEEDBACK DO CLIENTE SOBRE OS SERVIÇOS DO CENTURION BANK OF PUNJAB (CBOP). 31. PERCEPÇÃO DOS CLIENTES DOS PRESTADORES DE SERVIÇOS DE TELEFONES MÓVEIS NO ERODE DISTRITO COM REFERÊNCIA ESPECIAL À BSNL. 32. PERCEPÇÃO DO CLIENTE DO PRODUTO DA HDFC STANDARD LIFE INSURANCE COMPANY. 33. PERCEPÇÃO DO CLIENTE NO SEGURO HOME. 34. PERCEPÇÃO DO CLIENTE PARA PRODUTOS DE SEGURO RELACIONADOS COM O MERCADO DO SEGURO DE VIDA PRUDENCIAL DA ICICI. 35. PERCEPÇÃO DOS CLIENTES PARA A VIDA DE VIDA MKT INS - ICICI. 36. percepção do cliente em relação à UTI MF. 37. PERCEPÇÃO DO CLIENTE PARA O FUNDO MUTUAL DO UTI. 38. CLIENTE PREF & amp; SATISFAÇÃO PARA YAMAHA. 39. PREFERÊNCIA E NÍVEL DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EM RELAÇÃO À SUA EXPECTATIVA COM REFERÊNCIA ESPECIAL À YAMAHA. 40. PREFERÊNCIA DO CLIENTE EM COMUNICAÇÃO MÓVEL, COM REFERÊNCIA AO SERVIÇO FORNECIDO PELO SECTOR PRIVADO (AIRTEL) E PÚBLICO (BSNL). 41. SATISFAÇÃO DO CLIENTE SOBRE O PRODUTO. 42. SATISFAÇÃO DO CLIENTE EM RELAÇÃO AOS SERVIÇOS FINANCEIROS. 43. SATISFAÇÃO DO CLIENTE EM RELAÇÃO AOS SERVIÇOS FINANCEIROS FORNECIDOS POR KARVY (SALEM) 44. SATISFAÇÃO DO CLIENTE COM REFERÊNCIA AOS SERVIÇOS FINANCEIROS NO DJS STOCK E SHARES LTD. 45. EXPECTATIVAS E NÍVEL DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EM RELAÇÃO AO SERVIÇO DE VENDAS FORNECIDO NA P & A C MOTORES EM ERODE. 46. ​​PROJETO E DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO DA PRODUÇÃO. 47. DESENHO E DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DO ALUNO. 48. Eficácia do sistema de avaliação existente na CAG PRIDE. 49. Eficácia do sistema de avaliação existente nas companhias aéreas indianas. 50. EFICÁCIA DOS SERVIÇOS PRESTADOS AOS CLIENTES BANCÁRIOS PRIVADOS. 51. Eficácia do programa de formação na INDÚSTRIA DO PAPEL. 52. Moral do empregado. 53. nível de satisfação dos funcionários em relação ao seu trabalho no SPB. 54. evolução da técnica de mgt. 55. TROCA DE FUNDOS TRADICIONADOS. 56. FATORES QUE AFETAM O DESEMPENHO DOS CONCESSIONÁRIOS PARA EVOLUIR UMA ESTRATÉGIA PARA AUMENTAR A PARTILHA DE MERCADO DA TATA INDICOM. 57. FINANCIAMENTO DE IMPACTO FINANCEIRO - PROJETO. 58. DESEMPENHO FINANCEIRO DA ELGI ELECTRIC & amp; INDUSTRIES LTD. 59. desempenho financeiro do HDFC BANK LIMITED. 60. Análise do RENDIMENTO FINANCEIRO. 61. funcionamento de poder teares. 62. Health & amp; medidas de bem-estar em WOVEN TEXTILE COMPANY. 63. HR - ABSENTESIM. 64. IDENTIFICAR OS CONSELHEIROS POTENCIAIS PARA O SEGURO DE VIDA PRUDENCIAL DA ICICI. 65. IMPACTO DOS FACTORES MACROECONÓMICOS SELECIONADOS NA MOVIMENTAÇÃO DE PREÇOS DAS AÇÕES DE CERTOS SECTORES VITAIS. 66. ING vysya fundos mútuos. 67. ESTUDO COMPARATIVO DOS PRODUTOS TRADICIONAIS COM OS NOVOS PRODUTOS ULIP. 68. PROCESSO DE COMUNICAÇÃO INTERNA. 69. controle de estoque. 70. GESTÃO DE INVENTÁRIO. 71. OPÇÕES DE INVESTIMENTO. 72. PADRÃO DE INVESTIMENTO NO REGIME DE DÍVIDA DOS INVESTIMENTOS DO FUNDO MÚTUO. 73. PADRÃO DE INVESTIMENTO EM REGIME DE DÍVIDA DE FUNDOS MÚTUOS. 74. padrão de investimento dos investidores no ING VYSYA MUTUAL FUNDS. 75. PADRÃO DE INVESTIMENTO COM ESPECIAL REFERÊNCIA ÀS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS DE CAPITALIZAÇÃO. 76. PADRÕES DE INVESTIMENTO. 77. PADRÕES DE INVESTIMENTO E PERCEPÇÃO DOS CLIENTES PARA FUNDOS MÚTUOS NA CIDADE DE CHENNAI. 78. CONSCIENTIZAÇÃO DO INVESTIDOR. 79. consciência do investidor em relação ao commodity mkt - KARVY. 80. conscientização dos investidores para commodities mkt - KARVY SEC. 81. INVESTIDORES ATITUDE-SE COM O MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS. 82. satisfação no trabalho. 83. satisfação no trabalho na INDÚSTRIA DO PAPEL. 84. satisfação profissional na EMPRESA TÊXTIL. 85. SATISFAÇÃO DO TRABALHO em empresa de soft ware. 86. Satisfação no trabalho no MOINHO DE ESPINHOS TÊXTEIS. 87. nível de satisfação no trabalho. 88. Satisfação no trabalho dos empregados em MATÉRIAS TÊXTEIS. 89. candidatos a emprego potencial & amp; consultoria de conscientização. 90. Medidas de bem-estar do trabalho na INDÚSTRIA DO AÇO. 91. fatores macroeconômicos do preço das ações mvmt. 92. CUSTO MARGINAL E RUPTURA DE ANÁLISE. 93. VIABILIDADE DE MERCADO DE VENDAS A GRANEL DE CHAMADAS INTERNACIONAIS DE LONGA DISTÂNCIA PARA A BHARTI CELLULAR LIMITED. 94. funcionamento & amp; desempenho financeiro da SALEM STEEL PLANT. 95. DESEMPENHO OPERACIONAL E FINANCEIRO DA EMPRESA DO FERRO DO SUL E AÇO. 96. SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE PEDIDO. 97. cultura organizacional - fábrica de aço salem. 98. Clima Organizacional. 99. clima organizacional na EMPRESA TÊXTIL (HOSIERY). 100. CULTURA ORGANIZACIONAL. 101. cultura organizacional, sobre todo o desempenho, fator motivacional. 102. SISTEMA DE FOLHA DE PAGAMENTO 103. PERCEPÇÃO DA AGÊNCIA DE SEGURO DE VIDA. 104. PERCEPÇÃO DOS FORNECEDORES DE SERVIÇOS DE TELEFONE MÓVEL. 105. Avaliação de desempenho para funcionários gerenciais na LVB. 106. avaliação de desempenho. 107. PREFERÊNCIA DA CLASSE SALARIADA SOBRE AS DIVERSAS OPÇÕES DE INVESTIMENTO DISPONIBILIZADAS A ELES. 108. MISTURA DE PRODUTOS - SPB. 109. PERCEPÇÃO E PORTFÓLIO DE RISCOS. 110. papel da RH na Manutenção da Produtividade Total. 111. MEDIDAS DE SEGURANÇA E BEM-ESTAR OFERECIDAS AOS FUNCIONÁRIOS EM XXXXX PORT TRUST, XXXXX. 112. medidas de bem-estar de segurança. 113. nível de satisfação do funcionário em várias instalações de bem-estar. 114. NÍVEL DE SATISFAÇÃO DE SERVIÇOS FORNECIDO PELA TATA INDICOM VIS-A-VIS SEUS COMPETIDORES. 115. SELEÇÃO DE MISTURA DE PRODUTOS APROPRIADA PARA MAXIMIZAÇÃO DE LUCROS na indústria do papel. 116. ESTRATÉGIAS PARA AUMENTAR OS CLIENTES. 117. estudo de revendedores sem desempenho & amp; para convertê-los em comerciantes de execução. 118. ESTUDO SOBRE A RECONHECIMENTO DE MARCA ASSOCIADA E NÃO PERMANECIDA DA ICICI LOMBARD GENERAL INSURANCE COMPANY LTD., XXXXX COM REFERÊNCIA ESPECIAL À. 119. ESTUDO SOBRE EMPRESAS E PROCURADORES DE EMPREGO. 120. ESTUDE SOBRE A CONSCIENTIZAÇÃO DOS CLIENTES SOBRE O ICICI. 121. ESTUDO SOBRE A SATISFAÇÃO DO CLIENTE SOBRE CASTINGS. 122. ESTUDO SOBRE O PADRÃO DE INVESTIMENTO E A PREFERÊNCIA DOS INVESTIDORES DE VAREJO NA CIDADE DE XXXXX, COM REFERÊNCIA ESPECIAL AOS FUNDOS MÚTUOS, PARA O KARVY. 123. Estudo sobre o padrão de compra da Finolex. 124. estudo sobre se a tributação está vendendo ferramentas para seguro de vida com referência especial à ICICI. 125. ESTUDE PARA IDENTIFICAR POR QUE A DST. O USO DOS CLIENTES DA AIRTEL EM XXXXX É MENOR QUE A MÉDIA NACIONAL. 126. SISTEMA - DESENHO E DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO DA PRODUÇÃO EM MEIAS SNQS. 127. A Eficácia Do Sistema De Avaliação Existente Na Indian Airlines E Sugerir Medidas Para A Melhoria Do Sistema. 128. MANUTENÇÃO TOTAL DA PRODUTIVIDADE. 129. várias avenidas de intervenção com referência especial à MF. 130. CAPITAL DE BRINCALHÃO MGT. 131. Uma análise multidimensional do gerenciamento de capital de giro, técnicas, ferramentas e padrões de mudança em uma preocupação de fabricação em XXXXXX. 133. Uma Análise da Rentabilidade & amp; desempenho do Seguro Auto Michingan. 134. ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR PARA COMERCIALIZAÇÃO DE AÇÕES E PROMOÇÃO DE VENDAS DA INDIABULLS SECURITIES LTD. 135. ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR PARA COMERCIALIZAÇÃO DE AÇÕES E PROMOÇÃO DE VENDAS DA KOTAK SECURITIES LTD. 136. ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR PARA COMERCIALIZAÇÃO DE AÇÕES E PROMOÇÃO DE VENDAS DA KARVY LTD. 137. ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR EM RELAÇÃO À NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES E À PROMOÇÃO DE VENDAS DA GEOJIT SECURITIES LTD. 138. ANÁLISE DOS FUNDOS PATRIMONIAIS DE FUNDOS MÚTUOS COM REFERÊNCIA ESPECIAL AOS SERVIÇOS DE FINANCIAMENTO APOLLO SINDHOORI. 139. ANÁLISE DE SEGURO & amp; TREINAMENTO IRDA. 140. ANÁLISE DA INDÚSTRIA DE VAREJO. 141. ANÁLISE DO MERCADO DE FOREX. 142. estrutura analítica de financiamento de projetos & amp; análise do mecanismo de avaliação do projeto existente no banco. 143. estudo analítico de treinamento em empresa XXXX. 144. ANALYSYS RELATÓRIO ANUAL - finanças. 145. ANALISE DE RELATÓRIO ANUAL DE ADLIBÉS. 150. ESTUDO DE A-ESTUDO-PERCEPÇÃO-PARA-INVESTIDORES-ONLINE-TRADING em Religare. 152. SENSIBILIZAÇÃO DE DIFERENTES PRODUTOS FINANCEIROS ESPECÍFICOS RELATIVAMENTE AOS FUNDOS MÚTUAIS ENTRE CONSULTORES FINANCEIROS EM XXXXXX. 155. Bank-Marketing - Um estudo completo. 156. IMAGEM DA MARCA. 157. BRAND mgt - PROJETO. 158. Brand-Image --- Apolo-Pneus 159. Branding-mgt. 160. Brand-Management - Categoria Atratividade & amp; Oportunidade do produto. 161. gestão de marcas no setor de comunicação. 162. PROCEDIMENTO ORÇAMENTAL & amp; ANÁLISE. 163. CONTROLO ORÇAMENTAL. 164. CONSTRUÇÃO DA ESTRATÉGIA DE MARKETING. 165. orçamento de capital. 166. análise da estrutura de capital. 167. ESTRUTURA DO CAPITAL E DESEMPENHO DA EMPRESA. 168. Orçamento de capital. 169. Modelo de Precificação de Ativos de Capital. 170. futuros de crédito de carbono. 172. Cash-Management-Report no BANCO. 174. Cimento-mercado - PESQUISA DE MERCADO DO MERCADO DE VAREJO & amp; PROMOÇÃO DE VENDAS. 176. ANÁLISE COMPARATIVA DO EQUITY & amp; MERCADO DERIVADO. 177. Estratégias Comparativas de Avaliação em Fusões e Aquisições. 180. COMPARAÇÃO DOS REGIMES DE FUNDO MÚTUO 181. Estudo Comparativo - Seguro de Vida ICICI-HDFC. 182. Gestão de Compensação. 184. Questões de concorrência na indústria siderúrgica indiana. 185. Análise Competitiva de Negociação. 186. análise competitiva do dinheiro de dependência comercial. 187. ANÁLISE COMPLEY --- ITC. 188. COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR EM RELAÇÃO AOS TREMOS EMU COM REFERÊNCIA ESPECIAL AO SECTOR BEACH-TAMBARAM. 189. FINANCIAMENTO CORPORATIVO E AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INDIANAS. 190. avaliação de crédito. 193. Credit-Appraisal & amp; Avaliação. 195. preferências do cliente em relação a diferentes marcas de óleo de soja. 196. retenção de clientes e aumentar as vendas dentro do território limitado dentro do potencial existente - RELIANCE COMM. 197. percepção dos concessionários em relação à SAMSUNG. 199. Desenvolvendo uma estratégia de marketing para atender à expansão da capacidade. 201. Os fundos de hedge de market timing custam o mercado. 203. Eficácia & amp; Problemas no Recrutamento. 204. Empregado - absenteísmo. 205. Análise empírica da hipoteca subprime. 206. Estudo empírico da posição financeira da empresa sobre seu risco e retorno. 207. Relações com Funcionários. 208. RETENÇÃO DE FUNCIONÁRIOS 209. projeto de retenção de funcionários. 213. Avaliação de patrimônio poucas empresas de TI. 214. AVALIAÇÃO, FUNÇÃO E DESEMPENHO DO SISTEMA BANCÁRIO NA ÍNDIA. 215. Projeto do Banco EXIM. 216. EXPANSÃO DE (nome da empresa) NA REGIÃO ORIENTAL POR MODELO DE NEGÓCIO DE CANAL OU MODELO DE RAMO PRÓPRIO. 218. FINANCIAMENTO À EXPORTAÇÃO 219. Procedimentos e documentação de exportação - EXIM. 222. Análise fatorial para investimento. 223. FATORES QUE AFETAM O COMPORTAMENTO DE COMPRA. 224. ANÁLISE DE DESEMPENHO FINANCEIRO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA COM REFERÊNCIA ESPECIAL À CORRESPONDÊNCIA DO KARVY STOCK. 225. FINANCIAMENTO E AVALIAÇÃO DE CRÉDITO. 226. Previsão do prêmio de ações e carteiras ótimas. 227. estudo geral do banco ICICI & amp; comparação das instalações da ICICI com outros bancos. 228. HDFC mis project. 229. EMPRÉSTIMO DE EMPRESAS - UM ESTUDO COMPARATIVO. 230. Atividades de RH & amp; iniciativas na indústria de cimento. 234. index & amp; variações de preço no NSE. 235. VARIAÇÃO DO ÍNDICE & amp; PORTFOLIO MGT. 236. VARIAÇÃO DO ÍNDICE & amp; PORTFOLIO MGT.A Estudo Comparativo de Ações de Diversas Indústrias. 237. FLUCTUAÇÃO DA TAXA DE JURO E SEU IMPACTO NA DEMANDA POR EMPRÉSTIMOS DURAVEIS DO CONSUMIDOR. 238. FLUTUAÇÃO DA TAXA DE JURO E SEU IMPACTO NA DEMANDA POR EMPRÉSTIMOS DURADORES DO CONSUMIDOR - ICICI & amp; SBI 239. NEGÓCIOS INTERNACIONAIS. 240. relatório do projeto de financiamento do comércio internacional. 241. Marketing na Internet. 242. Inventário-Gestão em finanças. 243. Inventário-Gestão-Projeto HR. 244. investimento em ações. 245. Tese de opções de investimento-Finance-Stock-Mutual-Funds-Forex. 250. NÍVEL DE PERCEPÇÃO DO CLIENTE PARA O SEGURO DE VIDA PADRÃO HDFC E O SEGURO DE VIDA BIRLA SUN. 251. Alavancagem & amp; Análise de comportamento de custo. 253. Gestão e controle de risco de instituições financeiras. 254. gestão de atrito na indústria de BPO. 255. Mar - Análise de dados de importação e exportação das indústrias e empresas. 256. PARTICIPAÇÃO NO MERCADO DA AIRTEL. 257. mapeamento do mix de marketing. 258. Marketing de serviços bancários. 259. MARKETING OF IDEA POSTPAID SERVICES. 260. Plano de Marketing - Princípios de Marketing. 262. Microfinanças Uma Iniciativa para Promover a Previdência Social em DDDDD dist Com referência especial ao Banco XXXX. 263. Gestão e controle de risco de instituições financeiras. 264. Cultura organizacional - HR - Mobilink. 265. Relatório do Projeto de Instrumentos do Mercado Monetário. 266. FUNDOS MUTUAIS 267. NECESSIDADE DE FORMAÇÃO & amp; DESENVOLVIMENTO. 268. NECESSIDADES DE FORMAÇÃO 269. Os produtos em rede criam novas oportunidades de negócios. 270. ESTRATÉGIAS DE OPÇÕES. 271. Pesquisa de Clima Organizacional. 272. avaliação de desempenho - core business. 273. Avaliação de desempenho - em JINDAL. 274. Avaliação de Desempenho - Impacto. 275. Analisando o Sistema de Avaliação de Desempenho. 276. Avaliação de desempenho nas indústrias Ispat. 278. AVALIAÇÕES DE DESEMPENHO E AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DO FUNCIONÁRIO. 279. Gestão de carteiras (gestão de investimentos) 280. Gestão de Carteira e Decisão de Investimento. 281. GESTÃO DE PORTFÓLIO ATRAVÉS DE FUNDOS MÚTUOS. 283. PROBLEMA DE DISPONIBILIDADE OPORTUNA DO CAPITAL DE TRABALHO PARA AS PME. 284. Controle de Produção. 285. análise de rentabilidade. 289. Qualidade de vida no trabalho na BHEL. 290. Quality-of-Work-Life na empresa TEXTILE. 291. Quality-of-Work-Life - Geral (adequado para todas as empresas) 292. Análise da Razão. 294. IMOBILIÁRIO - principais fatores na valorização das propriedades. 295. rebranding de liril para liril2000. 297. Recrutamento e problemas intitulados - em CONSULTORIA DE RECONSTITUIÇÃO. 298. Recrutamento & amp; Seleção em empresa farmacêutica. 299. Recrutamento de conselheiros de vida na ICICI prudencial. 300. Recrutamento e Seleção no SETOR DE SEGUROS. 301. Recrutamento e seleção - geral (adequado para todas as indústrias) 302. recrutamento e seleção na FACILITY MGT COMPANY. 303. Recrutamento e Seleção no SETOR DE SEGUROS. 305. Seleção de Recrutamento em consultoria de RH. 306. Recrutamento-seleção-HIND LAMP LTD. 307. relação entre risco e retorno de fundos de ações do fundo mútuo de confiança. 308. EMPRÉSTIMOS DE VAREJO & amp; FACILIDADE DE CRÉDITO NO BANCO XXXX. 309. varejos bancários & amp; avaliação do desempenho financeiro do banco AXIS. 310. Revisão sobre técnicas adotadas pela gestão de RH para melhorar a eficácia do treinamento e desenvolvimento. 312. PAPEL DA PROPORÇÃO FINANCEIRA SOBRE O DESENVOLVIMENTO DE EMPRÉSTIMO PARA EMPRESAS - BANCO IDBI. 314. Financiamento Rural em uma Economia Indiana (2) 315. ANÁLISE DE VENDAS E ANÁLISE COMPARATIVA DA AIRTEL COM TODO O SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES. 317. Conta poupança & amp; Conta corrente. 318. QUALIDADE DE SERVIÇO UM ESTUDO EMPÍRICO DE EXPECTATIVAS VERSUS PERCEPÇÕES NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS FINANCEIROS. 321. siderurgia. 322. SETOR DE AÇO - AVALIAÇÃO 324. ESTRATÉGIAS ADOTADAS PARA AUMENTAR AS VENDAS NO SEGURO DE VIDA DA HDFC. 325. Estudo sobre o fundo mútuo. 326. ESTUDO DA EMPRESA DE SEGUROS GERAIS. 327. ESTUDO DO MERCADO DE LEITE, ANÁLISE SWOT. 328. Estudo do mercado e vendas de PCO de confiança. 329. Estudo sobre Contratação e Desenvolvimento de Consultores de Vida. 332. Empréstimo subprime. 334. ANÁLISE TÉCNICA DA EQUIDADE. 335. ANÁLISE TÉCNICA DO ÍNDICE NEE DE S & amp; PCNX NA ÍNDIA. 337. têxtil mgt. 338. o conhecimento da Tolerância ao Risco que um Investidor pode lidar. 339. O Risco de Beta - Aprendizagem do Investidor e Teoria do Prospecto. 343. ASSEGURAR A SATISFAÇÃO DE CLIENTES PARA A QUALIDADE DE SERVIÇO FORNECIDA PELA LIC USANDO A FERRAMENTA DE ANÁLISE DE LACUNAS. 344. Estudar as várias oportunidades financeiras disponíveis para investimento. 345. Acompanhamento do desempenho do esquema de fundos mútuos. 346. NEGOCIAÇÃO DE CAPITAL PRÓPRIO EM SEGURANÇA XXXXX LIMITADA. 347. NEGOCIAÇÃO ATRAVÉS DA ANÁLISE TÉCNICA. 349. formação & amp; desenvolvimento. 350. Treinamento & amp; Desenvolvimento no Sahara India Pariwar. 351. TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO em dinheiro de volta. 352. Treinamento de projeto de RH. 353. Identificação de Necessidades de Treinamento de Associados. 357. Validade do Modelo de Precificação de Ativos de Capital & amp; Estabilidade do Risco Sistemático (Beta) Um Estudo Empírico sobre o Mercado de Ações Indiano. 358. AVALIAÇÃO DOS DERIVADOS DE CRÉDITO MULTI-NOME. 359. vários tipos de investimento e qual é o momento certo para investir em diferentes opções disponíveis no mercado. 360. CAPITAL DO EMPREENDIMENTO. 361. Capital de risco na Índia. 364. capital de giro ---- SIEMENS. 365. GESTÃO DO CAPITAL DE TRABALHO. 366. Capital de Giro-Gestão em IRRIGAÇÃO DE JAIN. 367. Capital de Giro-Gestão na INDÚSTRIA TÊXTIL. 51 Tópicos do Projeto Finanças para Estágios de MBA - Verão, Inverno ou Virtual. Analisar & amp; Recomende Estratégias de Branding para a Indústria de Seguros de Saúde para o Engajamento Aprimorado do Cliente. Analise o Impacto da Liberalização da Regulamentação Forex na melhoria das Exportações. Análise da Indústria Bancária & amp; Desenvolvimento de Modelo de Negócio para Novos Entrantes através de Licenças Bancárias RBI. Construa as Demonstrações Financeiras para uma Start Up Company. Construindo um Relatório MIS para Planejamento Financeiro com uma empresa líder na fabricação. Formulação de modelo de negócios: Conduza uma pesquisa detalhada sobre as principais tarefas de um CFO e desenvolva um modelo para um conceito de serviço de "CFO virtual" para Startups & amp; PME. Planejamento de Negócios: Projetar um Plano de Negócios Funcional para a Configuração de uma Fábrica. Estudo de caso sobre qualquer fusão e aquisição transfronteiriça. Análise comparativa do transporte rodoviário de mercadorias ferroviárias na Índia. Comparação de Fundos Mútuos com o ULIPS (Unit Linked Insurance Plans) Benchmarking de compensação e criação de perfil de graduados CFA. Análise da concorrência: Realize análises aprofundadas da indústria e perfis de concorrentes para a tomada de decisões executivas. Crie modelos de preços competitivos para um produto. Realize uma pesquisa com os líderes de negócios em toda a indústria. Realize uma Análise de Custo Comparativo dos Modelos de Negócios Off-line Vs Online na Índia. Realizar pesquisa de dados baseada em Excel & amp; Análise para Operações da Empresa & amp; Processo de informação. Desenvolvimento de Conteúdo & amp; Gerenciamento: Crie e organize informações comerciais específicas em relatórios oficiais para o PolicyBazaar. Redação de Conteúdo: Desenvolver artigos de recursos baseados em pesquisa de marketing e financeira. Direito Societário: Elaboração de Documentos Legais e Acordos Base de Pesquisa sobre Mudanças Atuais. Responsabilidade Social Corporativa: Engajar & amp; Eduque Alunos Desfavorecidos em Escolas / Faculdades do Governo como Voluntário da Fundação Zav. Análise Custo-Benefício da Automação. Análise custo-benefício para recomendar as melhores categorias de e-businesses na Índia. Análise de Risco do País: Conduza a Avaliação de Risco & amp; Análise dos países da APAC. Criar um modelo de pontuação de crédito para avaliar a viabilidade financeira de pequenas e médias empresas (PMEs) Criar demonstrações financeiras para uma empresa iniciante. Planejamento de CRM: Projete o layout de uma interface interativa de gerenciamento de relacionamento com o cliente. Análise de dados - Previsão de equipe de IPL e desempenho individual por meio da análise inteligente de dados. Análise de dados para o setor de serviços: realizar pesquisas secundárias sobre a indústria de serviços na Índia & amp; Classifique-o analiticamente em um banco de dados significativo. Análise de dados: pesquise e analise a compatibilidade entre serviços da empresa & amp; Segmento alvo. Gerenciamento de banco de dados no espaço CSR de Empreendedorismo Social. Declínio do preço do petróleo: implicações para a economia indiana e para o mundo. Desenvolver uma proposta de investimento para a base 'Fabrics of India' Technical & amp; Perfil Financeiro Fundamental. Desenvolver uma proposta de investimento para uma base da empresa Technical & amp; Perfil Financeiro Fundamental. Desenvolvimento de Controllers Compliance Tracker para uma determinada empresa. Documentar os preços ao consumidor em tempo real do mercado para compra diária de mercadorias & amp; Serviços. APRECIAÇÃO DO DÓLAR vs RUPEE: Que impacto isso está tendo na economia indiana? Análise econômica de NPA's na indústria bancária indiana | Virtual - 4 semanas - 4 aberturas. Pesquisa Econômica: Documento Preços em Tempo Real do Consumidor do Mercado para Compra Diária de Mercadorias & amp; Serviços. Transformação de Pagamentos Eletrônicos e seu Impacto no Setor Bancário. Equity Research - Empresas do Setor Bancário. Equity Research - Avalie as Ações & amp; Potencial de Investimento de Empresas Listadas na Índia. Equity Research - Avalie as Ações & amp; Potencial de Investimento de Empresas Listadas no Reino Unido. Equity Research - Avalie as Ações & amp; Potencial de Investimento de Empresas Listadas nos EUA. Pesquisa de Ações - Setor de TI. Pesquisa de Ações - Empresas do Setor Farmacêutico. Pesquisa de Ações - Provedores de Serviços de Telecom. Análise de Equity Research: Empresas do Setor de Telecom. Pesquisa de Ações: Empresas Farmacêuticas. Análise de Projetos + Contratos & amp; Gestão de Formulários Softex. Modelagem Financeira - Construir um Modelo Funcional de Negócios e Receita para um Vertical de Produto específico da Empresa. Modelagem Financeira: Desenvolva um Plano Estratégico de Negócios para Gerar Receitas & amp; Crescimento. Top 6 perguntas sobre troca de moeda. Embora o forex seja o maior mercado financeiro do mundo, é um terreno relativamente desconhecido para os comerciantes de varejo. Até a popularização do comércio pela internet há alguns anos, o forex (FX) era basicamente o domínio de grandes instituições financeiras, corporações multinacionais e fundos de hedge. Mas os tempos mudaram e os investidores individuais estão ansiosos por informações sobre esse fascinante mercado. Se você é um novato FX ou apenas precisa de um curso de atualização sobre os fundamentos da troca de moeda, vamos abordar algumas das perguntas mais freqüentes sobre o mercado de FX. 1. Como o mercado forex difere de outros mercados? Ao contrário de ações, futuros ou opções, a troca de moeda não ocorre em uma bolsa regulamentada. Não é controlado por qualquer órgão central, não há câmaras de compensação para garantir os negócios e não há painel de arbitragem para julgar as disputas. Todos os membros negociam uns com os outros com base em contratos de crédito. Essencialmente, os negócios no maior e mais líquido mercado do mundo dependem apenas de um aperto de mão metafórico. À primeira vista, esse acordo ad-hoc deve parecer desconcertante para investidores acostumados a trocas estruturadas como a NYSE ou a CME. (Para saber mais, consulte Conhecendo as Bolsas de Valores.) No entanto, esse acordo funciona muito bem na prática. A auto-regulação proporciona um controlo muito eficaz sobre o mercado, porque os participantes no FX devem competir e cooperar entre si. Além disso, os revendedores de FX de varejo respeitáveis ​​nos EUA tornam-se membros da National Futures Association (NFA) e, ao fazê-lo, concordam em vincular a arbitragem no caso de qualquer disputa. Portanto, é fundamental que qualquer cliente de varejo que considere negociar moedas o faça somente através de uma empresa membro da NFA. O mercado de FX é diferente de outros mercados de outras maneiras importantes que certamente causarão surpresa. Acha que o EUR / USD vai cair? Sinta-se à vontade para encurtar o par à vontade. Não há regra de aumento no FX, como existe nas ações. Também não há limites para o tamanho da sua posição (como existem nos futuros); Então, em teoria, você poderia vender US $ 100 bilhões em moeda se tivesse o capital. Curiosamente, se o seu maior cliente japonês, que também passa a jogar golfe com o governador do Banco do Japão, disser a você no campo de golfe que o BOJ planeja elevar os juros em sua próxima reunião, você pode ir em frente e comprar o máximo possível. yen como você gosta. Ninguém irá processá-lo por insider trading se a sua aposta valer a pena. Não existe negociação com informações privilegiadas em FX; na verdade, os dados econômicos europeus, como os números do emprego na Alemanha, são vazados com freqüência antes de serem divulgados oficialmente. Antes de deixarmos você com a impressão de que FX é o faroeste das finanças, devemos observar que este é o mercado mais líquido e fluido do mundo. Negocia 24 horas por dia, a partir das 17:00. EST de domingo a 4 da tarde EST sexta-feira, e raramente tem alguma diferença de preço. Seu tamanho e escopo (da Ásia à Europa e América do Norte) tornam o mercado de moedas o mais acessível do mundo. [Uma vez que o mercado forex é um mercado de 24 horas, tende a haver uma grande quantidade de dados que podem ser usados ​​para avaliar os movimentos futuros dos preços. Isso torna o mercado perfeito para traders que usam ferramentas técnicas. Se você quiser saber mais sobre análise técnica de um dos analistas técnicos mais amplamente seguidos do mundo, confira o curso de análise técnica da Investopedia Academy.] 2. Onde está a comissão na negociação forex? Os investidores que negociam ações, futuros ou opções geralmente usam um corretor, que atua como um agente na transação. O corretor leva o pedido a uma troca e tenta executá-lo de acordo com as instruções do cliente. O corretor recebe uma comissão quando o cliente compra e vende o instrumento negociável para fornecer este serviço. O mercado de FX não tem comissões. Ao contrário dos mercados baseados em câmbio, o FX é um mercado apenas de diretores. As firmas de FX são negociantes, não corretores. Esta é uma distinção crítica que todos os investidores devem entender. Ao contrário dos corretores, os revendedores assumem o risco de mercado servindo como uma contraparte do comércio do investidor. Eles não cobram comissão; em vez disso, eles ganham dinheiro com o spread bid-ask. Em FX, o investidor não pode tentar comprar na oferta ou vender na oferta como nos mercados baseados em troca. Por outro lado, quando o preço liquida o custo do spread, não há taxas ou comissões adicionais. Cada centavo ganho é lucro puro para o investidor. No entanto, o fato de que os traders devem sempre superar o spread bid / ask dificulta muito o scalping no FX. (Para saber mais, consulte Escalpelamento: pequenos lucros rápidos podem ser adicionados.) 3. O que é um pip na negociação forex? Pip significa "porcentagem em ponto" e é o menor incremento do comércio em FX. No mercado de câmbio, os preços são cotados até o quarto ponto decimal. Por exemplo, se uma barra de sabão na farmácia tivesse um preço de US $ 1,20, no mercado de câmbio a mesma barra de sabão seria cotada a 1,2 mil. A mudança nesse quarto ponto decimal é chamada de 1 pip e é tipicamente igual a 1/100 de 1%. Entre as principais moedas, a única exceção a essa regra é o iene japonês. Um iene japonês agora vale aproximadamente US $ 0,01; Assim, no par USD / JPY, a cotação é retirada apenas para duas casas decimais (ou seja, para 1/100 de yen, em oposição a 1/1000 th para outras moedas principais). 4. O que você realmente está vendendo ou comprando no mercado de câmbio? A resposta curta é nada. O mercado de varejo de varejo é puramente um mercado especulativo. Nenhuma troca física de moedas ocorre. Todos os negócios existem simplesmente como entradas de computador e são descontados dependendo do preço de mercado. Para contas denominadas em dólar, todos os lucros ou perdas são calculados em dólares e registrados como tal na conta do negociante. A principal razão pela qual o mercado FX existe é para facilitar a troca de uma moeda por outra para corporações multinacionais que precisam continuamente operar moedas (ou seja, para folha de pagamento, pagamento de custos de bens e serviços de fornecedores estrangeiros e fusões e aquisições). No entanto, essas necessidades corporativas do dia-a-dia representam apenas cerca de 20% do volume de mercado. Há 80% dos negócios no mercado de câmbio que são especulativos por natureza, colocados por grandes instituições financeiras, fundos de hedge multibilionários e até indivíduos que querem expressar suas opiniões sobre os eventos econômicos e geopolíticos do dia. Como as moedas sempre são negociadas em pares, quando um comerciante faz um negócio, ele é sempre comprado em uma moeda e curto na outra. Por exemplo, se um comerciante vender um lote padrão (equivalente a 100.000 unidades) de EUR / USD, eles teriam trocado euros por dólares e seriam agora euros "curtos" e dólares "longos". Para entender melhor essa dinâmica, se você fosse a uma loja de eletrônicos e comprasse um computador por US $ 1.000, o que estaria fazendo? Você estaria trocando seus dólares por um computador. Você basicamente seria "curto" US $ 1.000 e "longo" um computador. A loja seria "longa" US $ 1.000, mas agora "curta" um computador em seu inventário. O mesmo princípio se aplica ao mercado de câmbio, exceto que não ocorre troca física. Embora todas as transações sejam simplesmente entradas de computador, as consequências não são menos reais. 5. Quais moedas são negociadas no mercado forex? Embora alguns negociantes de varejo negociem moedas exóticas como o baht tailandês ou a coroa checa, a maioria troca os sete pares de moeda mais líquidos do mundo, que são os quatro "maiores": EUR / USD (euro / dólar) USD / JPY (dólar / iene japonês) GBP / USD (libra esterlina / dólar) USD / CHF (dólar / franco suíço) AUD / USD (dólar australiano / dólar) USD / CAD (dólar / dólar canadense) NZD / USD (dólar / dólar de Nova Zelândia) Esses pares de moedas, juntamente com suas várias combinações (como EUR / JPY, GBP / JPY e EUR / GBP), representam mais de 95% de todas as transações especulativas em FX. Dado o pequeno número de instrumentos de negociação - apenas 18 pares e cruzamentos são ativamente negociados - o mercado de câmbio é muito mais concentrado do que o mercado de ações. (Para ler mais, confira Moedas Forex Populares.) 6. O que é uma moeda carry trade? Carry é o comércio mais popular no mercado de câmbio, praticado tanto pelos maiores fundos de hedge quanto pelos menores especuladores de varejo. O carry trade repousa no fato de que cada moeda no mundo tem uma taxa de juros ligada a ele. Essas taxas de juros de curto prazo são estabelecidas pelos bancos centrais desses países: o Federal Reserve nos EUA, o Banco do Japão no Japão e o Banco da Inglaterra no Reino Unido. A ideia por trás do carry é bem direta. O comerciante vai muito tempo a moeda com uma alta taxa de juros e as finanças que compram com uma moeda que tem uma baixa taxa de juros. Por exemplo, em 2005, um dos melhores pares foi o cruzamento NZD / JPY. A economia da Nova Zelândia, estimulada pela enorme demanda por commodities da China e por um mercado imobiliário quente, viu suas taxas subirem para 7,25% e ficar lá, enquanto as taxas japonesas permaneceram em 0%. Um trader que está comprando o NZD / JPY pode ter colhido 725 pontos-base somente em rendimento. Numa base de alavancagem de 10: 1, o carry trade em NZD / JPY poderia ter produzido um retorno anual de 72,5% dos diferenciais de taxa de juros, sem qualquer contribuição da valorização do capital. Agora você pode entender porque o carry trade é tão popular! Mas antes de sair correndo e comprar o próximo par de alto rendimento, esteja ciente de que quando o carry trade é desfeito, os declínios podem ser rápidos e severos. Esse processo é conhecido como liquidação de carry trade e ocorre quando a maioria dos especuladores decide que o carry trade pode não ter potencial futuro. Com cada comerciante buscando sair de sua posição de uma só vez, as ofertas desaparecem e os lucros dos diferenciais das taxas de juros não são suficientes para compensar as perdas de capital. Antecipação é a chave para o sucesso: o melhor momento para se posicionar no carry é no início do ciclo de aperto da taxa, permitindo que o trader acompanhe o movimento à medida que os diferenciais das taxas de juros aumentam. (Para saber mais sobre esse tipo de transação, consulte Currency Carry Trades 101.) Conhecendo o seu jargão Forex. Toda disciplina tem seu próprio jargão, e o mercado de câmbio não é diferente. Aqui estão alguns termos para saber que farão você parecer um trader de câmbio experiente: Cabo, libra esterlina, libra - nomes alternativos para o GBP Dólar, fanfarrão - apelidos para o dólar americano Swissie - apelido para o franco suíço Aussie - apelido para o dólar australiano Kiwi - apelido para o dólar neozelandês Loonie, o pequeno dólar - apelidos para o dólar canadense Figura - termo FX conota um número redondo como 1.2000 Quintal - um bilhão de unidades, como em "Eu vendi um par de metros de libras esterlinas". The Bottom Line. Forex pode ser uma estratégia de negociação lucrativa, mas volátil, mesmo para investidores experientes. Embora o acesso ao mercado, por meio de um corretor, por exemplo, seja mais fácil do que nunca, a capacidade de compreender as respostas às seis perguntas acima servirá como uma cartilha forte antes de mergulhar no setor. Tópicos de economia de faculdade. Introdução. Materiais complementares para livros escolares populares usados ​​nos cursos dos Princípios de Economia, Microeconomia, Teoria dos Preços e Macroeconomia são sugeridos por tópico. Alguns destes livros incluem N. Gregory Mankiw, Princípios de Economia McConnell, Brue e Flynn, Economia David Colander, Microeconomia Paul Heyne, O Modo Econômico de Pensar Irvin Tucker, Macroeonomia para Hoje Edwin G. Dolan, Introdução à Macroeconomia. Os materiais incluem podcasts, artigos de tópicos, entradas de enciclopédia, publicações educacionais e muito mais. Todos os materiais foram selecionados para autoritariedade, qualidade de escrita e fala, vivacidade e facilidade de compreensão. Links de recursos avançados adicionais incluem materiais de fonte primária que estão disponíveis on-line ou leituras de nível de pós-graduação. CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO.
Treinadores de negociação Forex macd 3
Títulos do prêmio Forex pk